Pesquisa

O Núcleo de Estudos da Violência Organizacional – NUEVO –  É um grupo de pesquisa que tem como objetivo divulgar informações atualizadas referentes as temáticas da violência no trabalho, violência nas organizações e violência institucional e corrupção. Seu propósito não é meramente a denúncia das práticas de violência, mas de promover o esclarecimento e a educação para evitar a banalização do mal e proporcionar ações efetivas para melhoria das condições da vida social.

O grupo atua nas diversas áreas do conhecimento de forma a promover pesquisas e estudos interdisciplinares em parceria com organizações públicas e privadas, com ou sem fins lucrativos.

Parcerias com organizações públicas:

  • A relação do governo do poder executivo, legislativo e judiciário;
  • Organizações estatais;
  • Universidades Públicas e Instituições de Pesquisa de natureza pública, etc.

Parcerias com organizações privadas, com e sem fins lucrativos:

  • Empresas;
  • Sindicatos;
  • Conselhos de Classes;
  • Organizações de Categorias Profissionais;
  • Institutos de Pesquisas Privadas;
  • Universidade Privadas;
  • Organizações Filantrópicas;
  • Cooperativas e Associações em geral, etc.

Clique aqui para para mais informações

O Grupo de Pesquisa Organizações, Ambiente Legal e Instituições, analisa o ambiente legal das organizações, ou seja, o ambiente composto por leis, decretos, regulamentos e outros dispositivos que regem e determinam suas ações. Este ambiente é analisado utilizando como base teórica o institucionalismo organizacional, teoria que se propõe a estudar a relação entre organizações e ambiente, considerando além de elementos instrumentais os elementos culturais e simbólicos nesta análise.

É de interesse do grupo pesquisar o sistema legal diante de seu formalismo expresso por leis, regras, prescrisões, sansões, entre outros, e seus efeitos diretos e indiretos sobre as organizações. Por outro lado, procura-se também compreender os padrões normativos de práticas organizacionais associados à interpretação do ambiente legal, buscando analisar o processo de construção social do sistema legal (movimento dos interessados por determinada lei, impactos, oportunidades etc. que a publicação/regulamentação de uma dada lei/decreto/regulamento pode trazer). Neste contexto, busca-se analisar a vontade e o interesse de diferentes pessoas ligadas a isso (empresários, sociedade, políticos etc.), seus relacionamentos, as estruturas de governança e o sistema de crenças e valores que definem as estruturas culturais da sociedade.

Outro interesse do grupo está em compreender os mecanismos associados a processos de institucionalização do ambiente legal nos quais componentes de agência, interpretação e propriedades estruturais interagem e promovem as condições de regulação das organizações.

clique aqui para mais informações